Benguela: Efectivos do SME exortados absterem-se de actos ilícitos

Delegado do Ministério do Interior em Benguela, comissário Elias Livulo (Arquivo) (Foto: VALENTINO YEQUENHA)

O delegado provincial do Interior, comissário Elias Livulo, exortou quarta-feira, aos efectivos do Serviço de Migração e Estrangeiros, a absterem-se de comportamentos ilícitos na fiscalização e controlo das transgressões migratórias.

A exortação foi expressa numa mensagem lida pelo porta-voz do MININT, Intendente Pinto Caimbambo, durante o acto que marcou os 41 anos do SME, em que Elias Livulo, apela aqueles que insistem em envolverem-se em actos ilícitos, a terem mais responsabilidade como membro do órgão que se enquadra na defesa de soberania integridade territorial.

Na mensagem, o comissário reconheceu a longa trajectória e os valiosos feitos do órgão, no combate a imigração ilegal em coordenação com outras forças do MININT, no sentido de manter a inviolabilidade do regime jurídico dos estrangeiros no país.

Recordou que o 41º aniversário do SME se comemora num momento em que o país celebrou os 15 anos de paz e, prepara-se para a realização das eleições em que todos são chamados para dar o melhor de si nas tarefas acometidas.

Garantiu que, o SME está dotado de profissionais capazes, que sempre souberam colocar acima de tudo os superiores interesses da nação angolana.

O acto foi marcado com a entrega de certificados de méritos aos efectivos mais destacados e troféus aos vencedores do quadrangular de futsal.

A cerimónia orientada pelo director provincial do SME, Alberto Dassala, contou com a presença dos membros dos conselhos consultivos do Interior e do SME.

O Serviço de Migração Estrangeiros foi criado a 19 de Abril de 1976, cujo objectivo é a manutenção e controlo dos cidadãos estrangeiros em todo território nacional, no que tange a sua entrada, residência, permanência e saída. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA