Regime sírio bombardeia rebeldes depois de ataque surpresa em Damasco

(D.R)

Aviões sírios e russos continuaram esta manhã, segunda-feira, 29, a bombardear intensamente posições de rebeldes e jihadistas no noroeste de Damasco, na mesma zona onde diferentes grupos armados lançaram um ataque surpresa no domingo.

Combatentes de grupos rebeldes aliados aos membros da Frente Fateh al-Sham (o ex-ramo da Al-Qaeda na Síria) atacaram posições do regime na zona de Jobar e conseguiram avançar até à Praça dos Abássidas, o mais próximo que a oposição chegou do centro da capital síria em dois anos.

A partir da Praça dos Abássidas os rebeldes conseguiram disparar rockets contra vários sectores de Damasco – os residentes da Cidade Velha, a pouco mais de dois quilómetros, sentiram os disparos.

Um responsável do Exército de Bashar al-Assad diz que os militares já recuperaram todas as posições que perderam no domingo, informação que o Observatório Sírio dos Direitos Humanos confirma. “As forças governamentais e os seus aliados recuperaram e lançaram uma contra-ofensiva”, diz Rami Abdel Rahman, director desta ONG ligada à oposição.

Damasco tem sido relativamente poupada à violência, mas foi alvo de vários atentados suicidas nas últimas semanas. Pelo menos 26 combatentes pró-Assad e 21 membros da oposição morreram nos combates de domingo. (Público)

DEIXE UMA RESPOSTA