Portugal avalia mecanismos para investir na agricultura

(Angop)

O embaixador de Portugal em Angola, João Caetano da Silva, realiza desde quinta-feira uma visita de quatro dias à província do Cuanza Sul, com vista a avaliar e identificar potenciais zonas agrícolas que possam atrair investidores portugueses.

O diplomata, que visita a província do Cuanza-Sul pela primeira vez, disse no final de um encontro de cortesia com o governador Eusébio de Brito Teixeira, que a intenção é conferir nova dinâmica à cooperação entre os dois mercados e estimular os empresários portugueses a apostarem no país.
“É a primeira vez que me desloco à província com empresários portugueses e pretendemos visitar os municípios da Cela e Quibala, para avaliar as potencialidades e isto é uma expressão do nosso interesse em reforçar a cooperação”, disse à imprensa

Mais interesse

O diplomata considerou o Cuanza Sul uma região potencialmente forte em vários ramos de produção, o que desperta o interesse de empresários portugueses, que podem a médio e longo prazo promover bons negócios entre os dois países.
A agenda da visita do embaixador inclui uma deslocação ao município do Waku Cungo e visitas às fazendas da AgroWaco, Emirais e Serdul. No mesmo dia, o embaixador segue para o município de Quibala, onde visita as fazendas Santo António e Nova Agrolíder.
No encontro de cortesia com o embaixador português, o governador provincial congratulou-se pela visita do diplomata ao Cuanza Sul. Eusébio de Brito Teixeira augurou que as eventuais parcerias entre homens de negócios de Angola e Portugal na província possam produzir resultados positivos para os interesses económicos entre os dois países. (Jornal de Angola)

por Victor Pedro

DEIXE UMA RESPOSTA