Os serviço secreto dos EUA tem computador roubado

Agente do serviço secreto em frente a Trump Tower em Nova York (Afp)

Os serviço secreto dos Estados Unidos, encarregado da protecção do presidente e de outras autoridades, anunciou nesta sexta-feira (17) que iniciou uma investigação sobre o roubo de um dos seus laptops, sem detalhar o que havia no equipamento.

Segundo a CNN, no dispositivo encontravam-se planos e projectos de evacuação da Torre Trump, onde morava Donald Trump antes de sua posse como presidente, no dia 20 de Janeiro. Sua mulher, Melania, e seu filho pequeno, Barron, continuam vivendo neste edifício em Nova York.

De acordo com a ABC, o computador também continha detalhes da investigação sobre o escândalo envolvendo o e-mail pessoal da ex-candidata à presidência, a democrata Hillary Trump.

“O serviço secreto confirmou que um funcionário foi vítima de um ato criminoso no qual um laptop da nossa agência foi roubado. Há uma investigação acontecendo”.

O serviço secreto, que faz parte do Departamento de Segurança dos Estados Unidos, afirma que seus computadores são muito seguros e codificados, e “não possuem autorização para conter informações confidenciais”.

A CNN mencionou, sem referir-se directamente às autoridades policiais nova-iorquinas, que o laptop guardava informações “muito sensíveis”, e foi retirada do carro de um dos agentes do serviço secreto americano na quinta-feira (16) pela manhã no bairro do Brooklyn, em Nova York. (AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA