Empresa investe 3 milhões de euros na água

(Foto: Angop)

A verba será disponibilizada pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) com o apoio de uma firma alemã.

Três milhões de euros serão investidos este ano pelo grupo “O regente”, na província da Huíla, para instalação de uma segunda linha de enchimento com capacidade para produzir 14 mil litros de água/hora, na sua fábrica de água mineral “Preciosa”, situada na cidade do Lubango.

A informação foi prestada à Angop, pelo presidente do Conselho de Administração do referido grupo empresarial, Waldemar Ribeiro, durante a visita que a ministra da Indústria, Bernarda Martins, efectuou àquela unidade fabril.

O empresário adiantou que a verba será disponibilizada pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) e terá apoio de uma empresa alemã que vai disponibilizar a maquinaria, assim como a sua montagem.

O gestor do grupo fez saber que os contactos com o BDA já estão “bem avançados” e tão logo a verba seja canalizada, os técnicos alemães iniciam a instalação das máquinas, prevendo empregar 20 novos funcionários, que se juntarão aos actuais 40.

Segundo disse , desde a inauguração da fábrica em 2009, o processamento da água mineral é feito por uma linha que tem a capacidade para encher oito mil litros de água/hora, com investimento inicial estimado em mais de dez milhões de dólares.

Acrescentou que devido a alguns constrangimentos financeiros que o país vive, o grupo trabalha no sentido de manter e melhorar a qualidade da água e conseguir o melhor preço, objectivos a serem alcançados com mais três linhas de enchimento.

Indicou ser intenção abastecer o mercado nacional, assim como exportar através da rede de supermercados “Shoprite” para os países que fazem parte da SADC, onde a Namíbia e a África do Sul já consomem o produto angolano. (jornaldeeconomia)

DEIXE UMA RESPOSTA