Cuanza Norte: Empossados presidentes das comissões municipais eleitorais

Cuanza Norte: Empossados presidentes das Comissões Municipais Eleitorais (Foto: Eliseu Veloso)

Os presidentes das comissões municipais eleitoral de Ambaca, Banga, Bolongongo, Cazengo, Golungo Alto, Ngonguembo, Lucala e Quiculungo, na província do Cuanza Norte, tomaram posse esta terça-feira, em Ndalatando, em acto presidido pelo presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE), Gabriel Mateus Domingos Gaspar.

Trata-se de Marcelo Mota Tandala (Ambaca), Gomes Cussei Cassule (Banga), José Mucuca Bonde (Bolongongo), Benjamim Jorge Dala Bandica (Cazengo), Vicente Caetano João (Golungo Alto), Manuel João Manuel (Ngonguembo), Manuel Gaspar Manuel (Lucala) e Amadeu José Cuhola (Quiculungo).

Ao dirigir-se aos empossados, todos eles com o mandato renovado para mais cinco anos, o presidente da CPE, Gabriel Mateus Domingos Gaspar, recordou que cabe aos presidentes das comissões municipais eleitorais coordenar e realizar o plano de tarefas concebidas pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), para o êxito das eleições gerais de Agosto próximo.

“O acto de posse ora realizado, ocorre numa altura em que, em obediência a periodicidade estabelecida pela Constituição da República, recai sobre nós a pesada e difícil tarefa de realizarmos as eleições gerais de 2017”, assinalou.

O responsável manifestou a sua confiança aos recém-empossados, afirmando que os mesmos possuem experiências de trabalho e de direcção aceitáveis, para conduzir e coordenar as actividades inerentes à gestão eleitoral a nível local.

Nesta senda, apelou a todos a primaraem pelo diálogo e interacção com os actores políticos que almejam alcançar o poder e com todos os agentes eleitorais que directa ou indirectamente participam na preparação e execução do processo eleitoral em curso.

“O diálogo permanente servirá para promover a inclusão, dissipar as suspeições, anular a crispação e construir a confiança entre todos os participantes na execução das eleições gerais de Agosto próximo”, concluiu.

Na ocasião, o responsável referiu-se da supervisão do registo eleitoral presencial que a CEP tem levado acabo, tendo argumentado que a missão tem sido cumprida com sucesso dentro dos parâmetros estabelecidos por lei.

Frisou que através de um processo participativo com os diferentes actores do processo eleitoral, a CEP projectou o pré-mapeamento das assembleias de voto em todos os municípios da província.

Testemunharam o acto de empossamento que teve lugar nas instalações da CPE em Ndalatando, comissários eleitorais, membros da administração municipal de Cazengo e representantes de partidos políticos. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA