CEEIA aposta no aumento de exportações

Agostinho Kapaia representa empresários angolanos no Fórum de Negócios EUA - África (Foto: verAngola.net)

Em declarações hoje, no final da IV assembleia-geral ordinária do CEEIA, o seu presidente de direcção, Augusto Kapaia, disse que a aposta passa, igualmente, pela melhoria da qualidade dos produtos.

“A nossa associação tem vindo a trabalhar na perspectiva de podermos ultrapassarmos os constrangimentos nos processos de exportações. Nos próximos anos Angola será forte nas exportações de vários produtos”, sublinhou.

O responsável disse que a nível do grémio existem empresários empenhados no aumento e melhoria da produção interna e o consequente incremento das exportações.

Informou que a CEEIA passou de 18 para 30 membros e continua a trabalhar com o governo e outros parceiros, para o aumento de associados, na perspectiva de dinamizar as exportações.

“Destaco a exportação de produtos a nível da Comunidade dos Países da África Austral, da Língua Oficial Portuguesa Ásia e América, onde se destaca a madeira, bebidas e alimentos”- disse.

Durante a assembleia foi feito a apresentação do relatório de actividade de Julho a Dezembro do ano findo e do primeiro mandato de três anos, apresentação da lista para o segundo mandato 20013/17, plano estratégico, orçamento e proposta de reestruturação.

A CEEIA tem como objectivos assegurar a cooperação e articulação das exportações nacionais, assim como a internacionalização de grupos empresariais angolanos ou grandes empresas nacionais.

A Associação pretende impulsionar a partilha de conhecimentos, a identificação de oportunidades e a afirmação de parcerias em países de referência e com organizações congéneres, no sentido de aumentar a escala e volumes de exportação e internacionalização de produtos e serviços angolanos.

Na prossecução dos seus propósitos, cabe ainda à Associação garantir a qualidade e a certificação de origem do produto, prestar informação e efectuar análises económicas e de investimento, produzir publicações económicas periódicas e de investimento.

De igual modo, prestar apoio às negociações internacionais e de investimento, prestar assessoria à obtenção de incentivos estatais, apoiar os sócios na organização de feiras e eventos no exterior, e prestar serviços jurídicos e de consultoria de negócios, entre outros aspectos.

A Comunidade de Empresas Exportadoras e Internalizadas de Angola (CEEIA) tem como corpos sociais, uma Assembleia Geral, Conselhos Directivo, Consultivo e Fiscal, bem como uma Comissão Executiva. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA