Basquetebol: Petro bate Marinha após prolongamento

Basquetebol (DR)

O Petro de Luanda precisou de recorrer hoje aos cinco minutos de prolongamento para vencer a Marinha de Guerra por 82-81, em partida referente a segunda fase do campeonato nacional de basquetebol (Bic Basket), disputada no pavilhão Victorino Cunha.

A formação da Marinha, como dona da casa, mostrava a sua superioridade, ao dominarem com facilidade os adversários que apresentavam-se apáticos nas movimentações ofensivas, levando a melhor com uma diferença de doze pontos (28-16).

Os “petrolíferos” no segundo período, entraram mais determinados na partida, com uma defesa impressionante e bastante eficaz nas transições, mas não foi o suficiente para evitar que os pupilos de Paulo Macedo chegassem a vantagem, ao intervalo, por 38-34.

No reatar da partida, o conjunto do “eixo-viário” procurou imprimir maior dinâmica defensiva e consistência no ataque, situação que levou a vencer o terceiro período por 55-54.

Já no último período, a Marinha relançou o jogo com Carlos Cabral e Sílvio Dória a finalizarem com alguma tranquilidade o que levou os dois emblemas a terminarem a partida empatada por 74-74.

Já no tempo extra (prolongamento), os petrolíferos foram mais felizes terminando o desafio com uma vantagem de um ponto (82-81).

Equipas:

Marinha de Guerra: Evaldo Castro (06 pts), Carlos Cabral (33), Moussa Kaba (08), Silvio Dria (05), Valdir Gonçalves (14), Aguinaldo Jaime (00), Eusébio Santos (02), Joaquim Nunda (02), Edson Hilukilwa (04), Adilson Paulo (03), Garcia Distino (02), José Fula (02).

Técnico: Paulo Macedo

Petro de Luanda: Ludgero Galiza (00), Edmir Lucas (04), Pedro Bastos (08), Erickson Silva (03), Zola Paulo (00), Teodónio Dó (00), Leonel Paulo (10), Domingos Bonifacio (00), Hermenegildo Mbunga (03), Joaquim Pedro (09), Gerson Gonçalves (16), Reggie Moore (29).

Técnico: Lazare Adingono

(Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA