UNITA queixa-se de “atentado à transparência das eleições”

Vitorino Nhany, Secretário Nacional para os Assuntos Eleitorais da Presidência da UNITA (DR)

A UNITA, maior partido da oposição em Angola, já tinha denunciado a diferença de tratamento dado pelos órgãos estatais de comunicação aos partidos políticos angolanos. E nesta quinta -feira, o grupo parlamentar da UNITA apresentou, na Assembleia Nacional, um protesto contra aquilo que qualifica de “atentado à transparência das eleições”, referindo-se precisamente a essa diferença do modo como a comunicação social trata o partido no poder (desde a independência do País, em 1975), e os outros partidos. (Rfi)

DEIXE UMA RESPOSTA