Lunda Sul: Reconhecido serviço de terapeutas tradicionais

(Arquivo) Governadora Cândida Narciso reconhece terapeutas tradicionais (Foto: Helder Dias)

A governadora da província da Lunda Sul, Cândida Narciso, reconheceu sexta-feira, em Saurimo, os serviços prestados pelos terapeutas tradicionais nas comunidades rurais e não só, no tratamento de várias enfermidades.

Este facto aconteceu durante um encontro que manteve com os terapeutas, que visou auscultar as principais dificuldades que os mesmos enfrentam no exercício das suas actividades, sobretudo no meio rural.

“ Realmente, quem cuida maioritariamente da saúde da nossa população são os nossos terapeutas, as nossas parteiras tradicionais, porque todas as infra-estruturas constituídas, todos os recursos humanos são insuficiente para poder atender a toda a nossa população, então é graça aos nossos terapeutas e as nossas parteiras tradicionais que conseguimos manter a saúde da nossa população”, reconheceu.

Segundo ela, o encontro com os terapeutas reflecte bem a importância que o governo atribui a medicina tradicional, bem como do papel que os mesmos jogam nas comunidades, no tratamento de várias enfermidades, sobretudo onde não existem ainda unidades sanitárias.

Cândida narciso apelou os terapeutas a apostarem na formação com vista a estarem cada vez mais habilitados.

“Como todos nós sabemos, a medicina tradicional assenta fundamentalmente na utilização de ervas e plantas medicinais, considerando que o tratamento à base de medicamentos naturais como uma alternativa fundamental à medicina convencional, dai a necessidade dos terapeutas apostarem na formação”, frisou.

Apelou ainda terapeutas tradicionais no sentido de serem mais responsáveis durante o exercício da sua profissão, a fim de prestarem um bom serviço clínico.

O sector da Cultura controla um total de 209 terapeutas tradicionais distribuídos nos municípios de cacolo, Dala, Muconda e Saurimo. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA