Plataforma de diálogo melhora vida da população

Victória de Barros - Ministra das Pescas (Foto: Frederico Herculano)

A criação de uma plataforma de diálogo entre a administração pesqueira e os operadores do sector tem por objectivo combater a fome, a redução da pobreza e a melhoria de vida da população angolana, afirmou hoje, em Luanda, a ministra das Pescas, Victória de Barros Neto.

Ao falar à imprensa, no acto de abertura do workshop sob o lema “Pesca e aquicultura, uma alternativa segura para a diversificação da economia”, a governante disse que a plataforma vai aproximar posições e encontrar soluções concertadas para o aumento do Produto Interno bruto (PIB).

As linhas estratégicas para o Plano de Ordenamento das Pescas e da Aquicultura para o período 2017/2021, deverá se tornar no documento orientador para o exercício desta actividade neste período.

Por sua vez, o director das Pescas da província do Bengo, disse que pretendem intensificar o sector cooperativista, fazer com que os pescadores estejam organizados, para servir melhor os interesses do sector.

Disse que o processo de pescaria requer um certo cuidado e o uso da bússola, assim como a de um sistema electrónico para protecção do pescador e de monitorização das embarcadas artesanais (GTI) que vai funcionar, no país, a partir do próximo ano, vai garantir segurança e maior controlo nesta actividade.

O workshop que decorre até s dias 01 e 05 de Dezembro, está a ser realizado pelo Conselho de Gestão Integrada dos Recursos Biológicos e Aquáticos e conta com a participação de directores nacionais, directores gerais de institutos tutelados, presidentes de conselhos de administração e directores gerais de empresas do sector das pescas, presidentes das associações de Pescas e de directores e representantes do sector privado das Pescas. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA