UNITA acusa autoridades de confiscarem sua propaganda em Moçâmedes

(Voa)

A UNITA acusou as autoridades de Moçâmedes,na província angolana do Namibe, de agirem ilegalmente ao confiscarem material de propaganda do partido durante o “Jango da Liberdade”, realizado junto do mercado do Cazenga no bairro Valodia.

O dirigente local da UNITA Altino Kapango disse que tenciona ir a tribunal para fazer reconhecer o respeito pelo “exercício da actividade política dos partidos legalmente reconhecidos pelos Tribunal Constitucional”.

O Administrador Municipal, João Guerra, igualmente membro do CC do MPLA e primeiro secretário municipal de Moçàmedes, diz não temer a justiça e fundamenta a sua argumentação na base da lei.

Guerra afirma que as autoridades não receberam qualquer notificação da UNITA sobre a realização do evento tal como requerido pela lei. (Voa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA