Trump exige desculpas por alerta de elenco da Broadway a vice-presidente eleito

(Chip Somodevilla/Getty)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, exigiu neste sábado um pedido de desculpas do elenco do sucesso da Broadway “Hamilton” por solicitarem no palco que o vice-presidente eleito, Mike Pence, presente na plateia, defendesse os valores norte-americanos.

“O teatro deve ser sempre um lugar seguro e especial. O elenco de Hamilton foi muito rude na noite passada com um homem muito bom, Mike Pence. Peçam desculpas!”, escreveu Trump no Twitter, encontrando um tempo na construção da sua equipe de governo para utilizar a rede social.

“Nosso maravilhoso futuro vice-presidente foi assediado na noite passada no teatro, pelo elenco de Hamilton, com muitas câmaras presentes. Isso não deveria acontecer!”, concluiu.

Pence foi recebido com um misto de vaias e aplausos ao entrar no teatro Richard Rodgers, em Nova York, na noite de sexta-feira, para assistir à performance do musical, aclamado pela crítica, sobre os pais da fundação dos EUA. O elenco é racionalmente muito diverso.

Após a apresentação, Brandon Victor Dixon, que interpreta o terceiro vice-presidente dos EUA, Aaron Burr, leu um comunicado direccionado directamente a Pence enquanto estava posicionado em frente a todo o elenco e ainda com seu figurino.

“Nós, senhor, nós somos a América diversa, que está preocupada e ansiosa de que a sua nova administração não vai nos proteger, proteger o planeta, nossas crianças, nossos pais, ou defender a gente e nossos inalienáveis direitos”, disse Dixon. Pence já tinha começado a deixar seu assento quanto Dixon iniciou suas considerações, segundo mostraram vídeos publicados nas redes sociais.

“Esperamos verdadeiramente que esta apresentação tenha lhe inspirado a defender nossos valores americanos e a trabalhar em nome de todos nós”, disse Dixon, recebendo grande aplauso da plateia. (Reuters)

por Brendan O’Brien e Timothy McLaughlin

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA