Supervisora de enfermagem alerta para perigo das ligações anárquicas de energia eléctrica

Vista parcial do hospital dos Cajueiros (Foto: GASPAR DOS SANTOS)

A supervisora do hospital geral dos Cajueiros, município do Cazenga, em Luanda, Ana Cabral, aconselha a população que evite as ligações anárquicas de energia eléctrica, devido aos casos de electrocussão, nesta época chuvosa.

O facto foi avançado à Angop pela supervisora em serviço, quando fazia o balanço das 24 horas na unidade hospitalar, adiantando que o Banco de Urgência (BU) atendeu 212 pacientes.

Sublinhou que as electrocussões são uma preocupação devido aos pacientes que aparecem no hospital com ferimentos de queimaduras causadas por choques eléctricos, quer em crianças como em adultos.

Apelou aos pais e encarregados de educação a terem mais cuidados com as crianças, impedindo-os de brincarem em charcos próximos de postos de energia eléctrica e de lixo.

Afirmou que dos 212 pacientes atendidos no BU, 59 foram observados na pediatria, 40 na maternidade, medicina com 50 casos e 63 foram submetidos a cirurgia.

Segundo a enfermeira, a área da cirurgia continua a atender casos de traumas provocados por lesões resultantes de agressões físicas, ferimentos por arma branca, acidentes de viação e queimaduras.

Cazenga, um dos sete municípios da província de Luanda, conta com as comunas do Tala- Hadi, Cazenga e Hoji ya Henda. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA