Sporting-Arouca, 3-0

(Print screen Mais Futebol)

Jesus tem saudades de Teo e os adeptos não esquecem Slimani, mas quem «cá» está é o holandês e este domingo voltou aos golos no campeonato. Não marcava desde 23 de setembro, na receção ao Estoril (4-2), em que bisou. Tal como esta noite. Marcou dois golos e teve pormenores interessantes ao longo do jogo, merecendo ser destaque e ser também valorizado. A herança de Slimani é pesada, mas é certo que Bas Dost é um avançado com classe e qualidade, valendo mais do que todos os outros que há neste plantel.

Adrien voltou e ainda bem para o Sporting, porque de facto a equipa joga bem melhor com o capitão em campo. Um futebol mais bonito, mais apoiado e bem mais tranquilo. William também cresce muito com ele ao lado. Mas, tal como o camisola 14 na Madeira, na jornada passada, Adrien falhou esta noite um penálti. Era para o 3-0, mas o médio chutou para a bancada. Ainda assim, saiu debaixo de muitos aplausos aos 80 minutos. Claro. (Mais Futebol)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA