Sérgio Cabral tem cabeça raspada e usa uniforme em presídio no Rio

(Reprodução/Web)

Há informações de que o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), preso na quinta-feira (17) pela Polícia Federal, teve a cabeça raspada ao chegar no presídio de Gericinó, em Bangu, e já se encontra numa cela com outras cinco pessoas, usando um uniforme igual a de outros presos da unidade, segundo informou a Seap.

De acordo com a CBN, pela manhã, após ter passado a noite numa cela de nove metros quadrados, o ex-governador teria aceitado o café da manhã comum do presídio, composto por um pão com manteiga e café com leite, e deverá receber o mesmo cardápio dos demais detentos no almoço e no jantar.

Mais tarde, a informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária: “O ex-governador Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho seguiu todos os procedimentos adotados para qualquer interno que ingressa no sistema prisional” – diz a nota.

Cabral foi preso no âmbito das investigações da Operação Calicute, por acusação de ter recebido mais de 220 milhões de reais em propina para fechar contratos nas obras públicas da reforma do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014, o PAC Favelas e o Arco Metropolitano.

O MPF afirma ainda possuir evidências de que Cabral chefiava a organização criminosa que teria recebido 2,7 milhões de reais da construtora Andrade Gutierrez para construção no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro.

Os dois inquéritos do Ministério Público Federal indicam que Cabral praticou lavagem de dinheiro, corrupção passiva e associação criminosa. Caso os crimes sejam comprovados, ele poderá ser condenado a penas que somam 50 anos de prisão. (Sputnik)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA