Rumo a Independência Financeira!

Salvador Serrato (DR)

O Brasil é um país relativamente novo, sua população é composta por uma miscigenação de muitos povos, e que, a estória nos conta as dificuldades dos pioneiros que aqui chegaram, em condições semelhantes à escravatura, além da falta de recursos materiais e intelectuais, poucos tiveram uma visão mais desafiadora, mais empreendedora. A maioria, com o advento das legalizações e normas da relação Capital X Trabalho, passaram de geração a geração o terrorismo de que precisam de um emprego, de se aposentar, receber uma aposentadoria, tomar remédios, e sabe-se lá porque, não orientaram, e temos este tabu, da não orientação para a Independência Financeira!

E o que podemos analisar e entender como Independência Financeira? Bom, preciso questionar sobre os sonhos de cada um, e, claro, espero que você tenha sonhos que sua Independência Financeira possa paga-los, sem problemas.

A equação é simples, basta ter um sonho, ou vários, por exemplo: se você deseja viver em uma casa simples no litoral, vai “pendurar as chuteiras”, porque você gosta de pescar, provavelmente precisará de uma renda menor do que aquele que deseja viajar pelo mundo, assistir as várias peças de teatro. E então, vamos sonhar? Tenho recebido pedidos de orientações, tanto para pessoa física como para jurídica, e estou preocupado, pois muitos estão quebrando 2 vezes: 1 na Pessoa Física e 1 na Pessoa Jurídica, e o que é pior: o prejuízo acaba sendo socializado com Empregados, Governo, Fornecedores, e também com a própria Família, já que o Patrimônio Pessoal do Empresário foi simplesmente absorvido, por decisões erradas, na pessoa Jurídica. Não há Planejamento!

É preciso mudar a postura, ter atitude, não adianta me encaminhar pedidos de Socorro para todos os cantos, achando que existem soluções mágicas, elas não existem. Como Consultor preciso conhecer o Estágio do Caos Personalizado, cada caso é um caso, mesmo remédio, porem, em doses e tempos diferentes. Meu destaque para esta questão está especialmente voltado à ausência de um Planejamento, ou seja, da Ausência dos Sonhos, tanto na Pessoa Física, como na Pessoa Jurídica.

É preciso conhecer e entender os Números da Empresa e dos seus Sonhos! Para reflexões o quadro abaixo nos dá uma visão do Custo do Dinheiro, Faça um Planejamento, Conquiste sua Independência Financeira e Realize os seus Sonhos!

imgSalvador Serrato * – Consultores Associados

* Salvador Serrato, Palestrante, Consultor Empresarial, Docente, Membro do GEAF Grupo de Excelência Administração Financeira do Conselho Regional de Administração São Paulo,

(artigo enviado à nossa redacção com pedido de publicação)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA