Presidente filipino Duterte cancela acordo compra de armas com EUA

(REUTERS/ Russia Picture Service)

O presidente filipino cancelou o contrato com os EUA de compra de fuzis para a polícia em meio às tensões com Washington sobre as acusações de violação dos direitos humanos pelas Filipinas.

“Não compraremos armas caras dos EUA. Sempre podem ser obtidas de outro lugar. Ordeno a polícia para cancelar [o acordo]. Não precisamos deles”, disse Duterte durante discurso na televisão, citado pela Reuters.

Duterte acrescentou que as Filipinas buscarão outro fornecedor de fuzis que, além de mais rentáveis, serão tão bons quanto os utilizados no momento.

Mais cedo neste mês, o Departamento de Estado norte-americano cancelou a venda de 26 mil fuzis de assalto para as Filipinas devido às crescentes preocupações sobre a violação dos direitos humanos ligada às medidas repressivas de Manila para conter o comércio ilegal de drogas.

Este foi o último acontecimento dentre uma série de eventos que vêm intensificando as tensões entre Washington e Manila.

Duterte reagiu de forma violenta às críticas norte-americanas em relação às críticas da sua política anti-drogas. Durante a visita à China no mês passado, Duterte anunciou que queria “uma separação” dos EUA apelando para que as tropas norte-americanas abandonassem as Filipinas dentro de dois anos.

Uma das razões das tensões também é o fato de que o país melhorou as suas relações com a China. (Sputnik)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA