Presidenciais EUA: Obama “passa” testemunho a Hillary Clinton

(Euronews)

No último dia de campanha, Hillary Clinton contou com um palco ainda mais recheado do que nos dias anteriores. Depois de Jay-Z, Beyoncé, Katy Perry ou LeBron James, estavam anunciadas para Filadélfia, na Pensilvânia, as presenças dos músicos Bruce Springsteen e Jon Bon Jovi ao lado da candidata democrata

Neste derradeiro grande comício, a antiga secretária de Estado teve ainda a honra de ser apresentada pelo Presidente cessante dos Estados Unidos. Barack Obama e a mulher Michelle juntaram-se aos Clinton, o ex-presidente Bill e a filha do casal, Chelsea. O ainda residente oficial da Casa Branca falou como se estivesse já a passar a chave à sucessora.

“Temos a oportunidade de eleger o 45.° presidente que irá dar continuidade ao nosso progresso; que vai terminar o trabalho; que já tem o respeito de líderes à volta do mundo e das pessoas que vai servir; que é inteligente, tem estabilidade e já foi testado. Alguém que vem para este gabinete tão bem preparado quanto todos os que a ele alguma vez se candidataram. Mais do que ou do que o Bill (Clinton). Eis o próximo Presidente dos Estados Unidos: Hillary Clinton”, afirmou o vencedor das duas últimas eleições presidenciais dos Estados Unudos, abraçando e abrindo espaço a quem ele espera que lhe suceda.

Hillary Clinton aproveitou o momento, diante de dezenas de milhares de apoiantes e de espetadores atentos à volta do mundo (muitos através da euronews) para um derradeiro apelo ao voto e para lembrar que os Estados Unidos devem evitar as ideias que acusa serem divisionistas do rival republicano, Donald Trump.

“Nós escolhemos acreditar numa América de esperança, inclusiva e acolhedora. Uma América onde todos têm um lugar, onde todos estão incluídos e têm a possibilidade de viver de acordo com o potencial que Deus lhes deu”, afirmou a candidata democrata, garantindo que os votos que receber serão votos para dar continuidade ao progresso conseguido nos últimos oito anos com Barack Obama.

De Filadélfia, a candidata democrata seguiu ainda para a Carolina do Norte, ma apenas na companhia do marido e da filha. O derradeiro discurso de Hillary Clinton estava marcado para Raleigh. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA