Peças de Hildebrando de Melo expostas no centro Camões

Artista plástico Hildebrando de Melo (Foto: Adriano Chisselele)

Treze peças de artes do escultor Hildebrando de Melo estão a disposição do público, desde quinta-feira em Luanda, numa exposição denominada “Historia e um objecto”no Centro Cultural Português “Camões”.

As peças feitas a ferro demonstram bem a criatividade do artista, que tentou passar por meio da arte, vários temas decorrentes da vida social dos luandenses.

“Historia e um objectivo” , e a primeira exposição de cultura de Hildebrando de Melo, neste conjunto de obras surge depois de um logo período de experimentação em estúdio com metal e formas soldadas por parte de um artista mas conhecido pelas suas vibrantes e insurgentes telas e obras em papel.

Na abertura da exposição o escultor deu a conhecer que tentou passar com as obras a relação existente entre o desgaste do ferro e o do ser humano devido os vários problemas sóciais que os afectam,entre elas a fome, a falta de electricidade, o caos no casco urbano as construções arquitectónicas o e forte trânsito .

O mesmo informou que levou dois anos,para terminar a exposição e dois meses para o fabrico de cada peça, existente no evento ,sendo que utilizou matérial reciclado para a montagem,e os interessados podem visitar o local até ao final do próximo mês.

Hildebrando de Melo reconheceu não ser fácil fazer cultura em Angola , aconselhou os jovens a serem persistentes, porque quem quer fazer arte não pode pensar primeiro em lucros, mas sim em fazer uma carreira e depois pensar em dinheiro .

Nascido no Bailundo, Huambo, Hildebrando de Melo é Vencedor do “Prémio ENSA Arte” na Categoria juventude e do “Prémio Desenhos na Areia”, promovido pela Norsk Hidro.

Está presente em colecções particulares, angolanas e de outros países. Expos também, para além de Angola, em Portugal, Estados Unidos da América e Alemanha. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA