PCP alerta para “situações dramáticas” de portugueses com salários retidos em Angola

Luanda Nova Marginal (Foto: Jorge Monteiro/Portal de Angola)

O PCP alerta para “as situações dramáticas” de “muitos trabalhadores que têm salários retidos na República de Angola e das consequentes dificuldades com que se confrontam os agregados familiares privados desses montantes”.

O PCP alertou hoje para “as situações dramáticas” de “muitos trabalhadores” portugueses que têm os salários retidos em Angola e questionou o ministro dos Negócios Estrangeiros sobre que acompanhamento está a ser feito pela diplomacia.

 

As deputadas do PCP Carla Cruz e Paula Santos voltaram hoje a questionar o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, através de um requerimento entregue na Assembleia da República sobre a situação de cidadãos portugueses em Angola.

 

O PCP alerta para “as situações dramáticas” de “muitos trabalhadores que têm salários retidos na República de Angola e das consequentes dificuldades com que se confrontam os agregados familiares privados desses montantes”.

 

As deputadas pedem ao ministro que esclareça “que acompanhamento está a ser feito pela missão diplomática portuguesa em Angola da situação dos portugueses que não conseguem receber os salários vencidos”.

 

A bancada do PCP tem insistido nas perguntas ao Governo sobre esta matéria. (Negocios)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA