Paim celebra 40 anos de música

Eduardo Paim, no show de 40 anos de carreira (Foto: ANTONIO ESCRIVAO)

O músico angolano Eduardo Paim celebrou nesta sexta-feira, no Centro de Conferência de Belas, em Luanda, 40 anos de carreira, com um show de aproximadamente três horas.

Produzida pela Nova Energia, a actuação foi marcada pelo reencontro, em palco, de quatro artistas que suportaram, a partir de Portugal, o género kizomba, na década de 90.

Eduardo Paim, que interpretou mais de 20 canções do seu vasto repertório, partilhou o palco com Jacinto Tchipa, Maya Cool, Yola Semedo, Ricardo Abreu e Fernando Kental, os dois últimos parceiros no projecto discográfico “Sem Kigila”.

Além destes, outros produtores e intérpretes que deram corpo ao projecto “Sem Kigila”, como Ruca Van-Dunem e Luandino de Carvalho, fizeram parte da festa, na plateia.

O artista contou ainda com a presença dos ex-companheiros do grupo SOS, com que descobriu, em finais dos anos 80, o caminho do sucesso.

Mais de dois mil espectadores, entre políticos, artistas e profissionais de outros ramos juntaram-se à volta do considerado “pai do kizomba”, na sua terceira aparição em palco, este ano, a convite da Nova Energia.

Nessa celebração, Eduardo Paim extraiu os temas de maior sucesso dos seus vários CD a solo, entre as quais “Foi Aqui”, “A Minha Vizinha”, “É Tão Bom”, “Maravilha da Ilha”, “Xiquitita”, “Ai Se Agarro”, “P’ra Nguenda” e “Perdão”, bem como “Essa Mulata”.

Cantou ainda, entre outros, “Som da Banda”, “Coração Partido”, “Rosa Baila”, “Luanda Minha Banda”, “Nzambi Za”, “Morena de Angola”, “Zé Kiwaya”, “Do Kakayaya”, “Carnaval” e “Kutonoca”. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA