MPLA: Declaração sobre o 41º Aniversário da Independência Nacional de Angola

Sede Nacional do MPLA (MPLA)

MPLA

BUREAU POLÍTICO DO COMITÉ CENTRAL

DECLARAÇÃO

SOBRE O 41º ANIVERSÁRIO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL DE ANGOLA

Pela celebração, a 11 de Novembro de 2016, do 41º aniversário da proclamação da INDEPENDÊNCIA NACIONAL DE ANGOLA, o Bureau Político do Comité Central do MPLA saúda, com júbilo, todo o povo angolano e rende profunda homenagem a todos os seus filhos que por ela se bateram para que Angola figure no mapa do Mundo como Estado livre e soberano.

Hoje, fruto da determinação e perseverança do povo angolano, que tem sabido superar os obstáculos que têm surgido no seu caminho, os angolanos assinalam 41 anos de existência da República de Angola, desfrutando de um clima de paz definitiva, em que se observa o normal funcionamento das instituições democráticas do país.

Terminada a guerra, em 2002, o saldo era desolador: Angola era um dos países do Mundo que mais minas mortíferas tinha no seu solo, estimadas em mais de dois milhões de unidades. Estavam minados os acessos aos campos agrícolas, às linhas de caminho-de-ferro e respectivas pontes, às zonas adjacentes às torres de transporte de energia eléctrica e às centrais e condutas de água.

Foi necessário fazer quase tudo: desminar, reconstruir, reequipar e reorganizar. Hoje, um balanço sumário sobre a actividade nacional põe em relevo as grandes mudanças que ocorrem no país e os sinais positivos surgem em vários domínios, facto que permite a implementação de políticas públicas necessárias à construção de um futuro melhor para os angolanos.

Como ressaltou o Presidente da República, CAMARADA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, na sua Mensagem sobre o Estado da Nação, de 17 de Outubro de 2016, “todas as conquistas devem-se, em primeiro lugar, ao clima de paz, que se instalou, de forma definitiva, no nosso país, desde 2002 e que é obra de todos os angolanos. Foi a paz que devolveu ao nosso povo a esperança num futuro melhor, num quadro de liberdade, justiça e inclusão social”.

Desta forma, o Executivo, sob a direcção do MPLA, vai continuar empenhado em trabalhar para garantir o aumento do acesso à educação, à saúde, à energia eléctrica, à água potável, ao emprego e à habitação condigna, condições inerentes à dignidade da pessoa humana, não obstante os constrangimentos que o país vive do ponto de vista financeiro.

Para suportar economicamente estes objectivos, o Executivo, sob a direcção do MPLA, vai continuar a tomar as medidas necessárias para acelerar a diversificação da economia, aumentar a produção nacional, principalmente de bens alimentares, diversificar as fontes de receitas fiscais e de divisas, fortalecer o tecido empresarial nacional e promover a criação de emprego e do empreendedorismo.

Como é seu apanágio, o MPLA vai continuar a envidar esforços visando o fortalecimento da unidade nacional, como premissa para a edificação de uma sociedade cada vez mais justa, solidária e inclusiva.

Para tal, o MPLA exorta todas as forças vivas da Nação para uma atitude de repulsa contra todas as tendências que pretendam dividir os angolanos, na base de preconceitos ligados ao tribalismo, racismo e regionalismo.

No que respeita ao Registo Eleitoral, actualmente em curso no país, o MPLA congratula-se com o facto de pelo menos quatro milhões de cidadãos já terem actualizado os seus dados eleitorais e a respectiva prova de vida e enaltece o início do processo de novos registos e a emissão da segunda via do Cartão Eleitoral e apela todos aqueles, com capacidade eleitoral, a cumprirem com este dever cívico, adquirindo, assim, legitimidade para o exercício do voto, em 2017.

Nesta data de aniversário da maior conquista do Povo Angolano, a Independência Nacional, o Bureau Político do Comité Central do MPLA exorta todos os angolanos, para que cada um, na sua esfera de actividade, honre, com o seu trabalho, a memória dos heróis da Pátria, em especial a do saudoso CAMARADA ANTÓNIO AGOSTINHO NETO, Fundador da Nação Angolana, que, a 11 de Novembro de 1975, proclamou, perante a África e o Mundo, a emancipação dos angolanos.

UNIDOS POR UMA ANGOLA DESENVOLVIDA

MPLA – COM O POVO, RUMO À VITÓRIA

PAZ, TRABALHO E LIBERDADE

A LUTA CONTINUA

A VITÓRIA É CERTA.

Luanda, 10 de Novembro de 2016.

O BUREAU POLÍTICO DO COMITÉ CENTRAL DO MPLA.
(nota de imprensa enviada à redacção do Portal de Angola com pedido de publicação)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA