Moxico: Casos de mortes em queda no Banco de Urgência

Julio Pedro Mendes, chefe do Banco de Urgência do Hospital Geral do Moxico (Foto: Angop)

Oito óbitos foram registados no banco de urgência do Hospital Geral do Moxico, nos últimos sete dias, com uma redução de três casos face ao mesmo período da semana anterior, informou quarta-feira, no Luena, o chefe do sector, Júlio Pedro Mendes.

Em declarações à Angop, precisou que a lista de mortes é liderada por casos de VIH/Sida (03), malária (03), febre tifoide (01) e má nutrição com cada (01), cujas mortes se deveram ao estado grave e chegada tardia dos doentes ao hospital.

Disse que os restantes casos foram transferidos à secção de pediatria (107), medicina (61), cirurgia (09), ortopedia (02), além de altas por pedidos (02).

Apontou a malária (135), anemia (18), febre tifoide (16), doenças diarreicas agudas (12), bronca pneumonia (08), hiperatenção (06), má nutrição a acidente vascular cerebral (avc, 03) e pielonefrites (02) como as doenças mais frequentes neste período. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA