Ministério Público espanhol pede dois anos de prisão para Neymar

(Euronews)

Dois anos de prisão e dez milhões de euros de multa. Foi a pena pedida pelo Ministério Público espanhol para Neymar no âmbito do escândalo de corrupção que envolveu a sua transferência do Santos para o Barcelona. Sandro Rosell, então presidente do clube espanhol, enfrenta cinco anos de prisão e uma multa igualmente de dez milhões, os pais de Neymar e o presidente do clube brasileiro também estão na mira da justiça espanhola.

Na origem do processo está uma queixa efetuada por um fundo de investimento brasileiro, que detinha parte do passe do jogador e que acusou os envolvidos no negócio de divulgarem um valor da transferência inferior ao real para fugir aos impostos e ainda baixar a quantia a pagar ao fundo.

O caso já tinha sido arquivado pela justiça espanhola, foi entretanto reaberto e tudo indica que apenas seja resolvido na sala de tribunal. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA