Marcelo: Brexit não deve afectar relações entre Portugal e Reino Unido

(Negocios)

A saída do Reino Unido da União Europeia não deve comprometer as relações bilaterais com Portugal, defendeu hoje em Londres o Presidente da República, no início de uma visita oficial de trabalho.

Num almoço com potenciais investidores em Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa saudou a longa aliança histórica entre os dois países, que remonta ao século XIV, a qual defende que deve permanecer próxima no futuro.

“O mundo muda, a Europa muda, mas as nossas relações bilaterais não mudam”, afirmou.

O Reino Unido anunciou que irá iniciar o processo de saída da União Europeia após o resultado do referendo de 23 de Junho, no qual 52% dos eleitores votaram a favor da saída britânica da UE.

No almoço estavam cerca de uma dezena de representantes de bancos e instituições financeiras, convidados pelo recém-indigitado Lord Mayor, Andrew Parmley, que representa a City of London, a área onde estão concentradas as sedes dos grandes bancos e instituições financeiras britânicos e internacionais.

Agradecendo a oportunidade para o encontro com potenciais investidores, na qual esteve acompanhado pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, o Presidente salientou o interesse em desenvolver as áreas das finanças, comércio, educação e transportes.

“Eu e o governo português estamos profundamente empenhados nesta ambição nacional de captar investimento estrangeiro directo essencial para manter crescimento, empregos e desenvolvimento social e económico”, afirmou, antes do almoço.

À tarde, Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se com Theresa May na residência oficial dos primeiros-ministros britânicos, no número 10 de Downing Street, e depois encontra-se com representantes de associações da comunidade portuguesa no Reino Unido.

Na quinta-feira, o Presidente visita a artista Paula Rego no seu estúdio de trabalho antes de um encontro pessoal no Palácio de Buckingham com a rainha Isabel II. (Negocios)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA