Malanje: Workshop aborda ética e responsabilidade social

Malange: Vista parcial da cidade de Malanje (Foto: Pedro Parente)

O consultor do GRECIMA (Gabinete de revitalização e execução da comunicação institucional e marketing da administração), João Rosa Santos, alertou quinta-feira, nesta cidade, que a ética e a responsabilidade social se afiguram como elementos fundamentais para um exercício pleno e responsável do jornalismo em qualquer sociedade.

Falando a jornalistas e estudantes, durante o workshop sobre a comunicação institucional e a comunicação social, decorrido nesta cidade, João Rosa Santos precisou que estes elementos devem se ter em atenção porque a comunicação social para além de informar, educa, constrói e destrói, daí que a sua violação pode acarretar consequências nefastas para a fonte de informação ou mesmo do próprio profissional.

Segundo ele, urge melhorar cada vez mais a postura do jornalista e a comunicação, por forma a que a província de Malanje apareça mais na agenda noticiosa do país, para mostrar e enaltecer a imagem da região, bem como as acções locais.

Na sua visão, nos últimos cinco anos, Malanje não aparecia na grelha noticiosa do país como actualmente, o que implica que houve melhorias no exercício do jornalismo, esforços estes que devem continuar a ser imprimido por todos os profissionais e órgãos de comunicação social.

Por outro lado, o responsável esclareceu igualmente aos jornalistas e estudantes, a responsabilidade social e o papel da comunicação social, do Grecima e do assessor de imprensa, com vista a dissipar eventuais dúvidas que pairam no seio dos cidadãos, bem como para facilitar a execução das tarefas correspondentes.

Na ocasião, o director provincial da comunicação social, Manuel Carvalho da Costa, reforçou a necessidade de cumprimento e exercício de um jornalismo responsável e isento, para o bem da classe jornalística e da província.

Anunciou entretanto, a criação brevemente dos gabinetes municipais da comunicação institucional e imprensa em todos os municípios de Malanje, no quadro da reestruturação do quadro orgânico do governo provincial.

Precisou que foram já formados os responsáveis e quadros dos referidos gabinetes, aguardando-se apenas pela comunicação e aval das estruturas centrais para a admissão dos mesmos, rumo a uma comunicação mais abrangente e melhor.

O workshop sobre a comunicação institucional e a comunicação social, foi promovido pela direcção provincial e visou transmitir as bases de como comunicar, o que comunicar, o papel da comunicação social, do Grecima e do assessor de imprensa, entre outros aspectos.

Enquadrado nas jornadas do 11 de Novembro, dia da independência nacional, o evento abordou ”a organização e a comunicação, processo de comunicação empresarial, questões e princípios da comunicação institucional, comunicação interna, comunicação integrada, instrumentos de comunicação e o equilíbrio entre a organização profissional, entre outras matérias” e contou com a participação de jornalistas, membros do governo, assessores de imprensa, técnicos dos gabinetes de comunicação institucional e imprensa de várias instituições. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA