Jornalistas russos, depois de ficarem ‘presos’ em Lisboa, finalmente seguem para Lima

(flickr.com/ Dmitry Terekhov)

A aeronave Il-96, com grupo de jornalistas de diversas agências e emissora que fazem a cobertura das actividades do presidente e do governo russo, também conhecido como “pool presidencial russo”, descolou de Lisboa para Lima, onde está ser realizada a cúpula da APEC (Cooperação Económica Ásia-Pacífico).

Segundo a administração presidencial russa, a aeronave que apresentou problemas técnicos já passou por reparos.

O Il-96 apresentou problemas em Lisboa, onde parou para reabastecimento. Segundo a tripulação, ocorreu uma falha no arranque do motor. Como não foi possível realizar os reparos no local, uma nova peça do motor precisou ser enviada de Moscovo.

Na noite do sábado, um novo Il-96 pousou em Lisboa com a peça da aeronave avariada e com a missão de levar os jornalistas russos para Lima.

“No entanto, como os reparos foram realizados de forma rápida, ficou decidido que os jornalistas seguiriam a bordo da mesma aeronave, na qual partiram de Moscovo”, contou à Sputnik a porta-voz da administração presidencial da Rússia, Elena Krylova. Segundo ela, esta é a segunda avaria desse tipo sofrida por este avião nos últimos 15 anos.

Os jornalistas devem desembarcar em Lima em 20 de novembro, no segundo dia da cúpula da APEC. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA