Incêndio em internato feminino deixa 12 mortos na Turquia

Incêndio em internato de Adana, no dia 29 de Novembro de 2016 (Afp)

Doze pessoas, crianças em sua maioria, morreram nesta terça-feira (29) no incêndio de um internato feminino de Adana, no sul da Turquia – informaram funcionários locais.

“Foram encontrados 12 corpos, e 22 pessoas feridas foram levadas para hospitais”, explicou o governador de Adana, Mahmut Demirtas, citado pela agência de notícias Anadolu.

Em entrevista à rede privada NTV, o prefeito de Adana, Huseyin Solzu, disse que 11 alunas e uma cuidadora morreram.

Imagens da televisão mostravam o prédio de três andares em chamas, enquanto equipes de bombeiros tentavam controlar o fogo.

Demirtas afirmou que se trata de uma residência privada, onde viviam 34 estudantes. Declarou também que o fogo havia sido controlado e que ninguém ficou preso no imóvel.

Segundo o governador, alguns dos danos foram causados quando as estudantes, em pânico, pularam das janelas para escapar das chamas.

Uma investigação inicial parecia indicar que o fogo foi causado por uma falha na rede eléctrica e que as chamas se espalharam rapidamente, já que o prédio era revestido de madeira por dentro. (Afp)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA