Huíla: Descargas eléctricas provocam dois mortos no Chipindo e Caconda

Inocêncio Hungulo - Porta voz dos bombeiros (Foto: Morais Silva)

Duas pessoas morreram e igual número ficou ferido, quarta-feira, nos municípios de Chipindo e Caconda, província da Huíla, vítimas de descargas eléctricas, informou hoje, o porta-voz dos serviços de protecção civil e bombeiros, Inocêncio Hungulo.

De acordo com Inocêncio Hungulo, tratou-se de uma cidadã de 64 anos residente no município de Chipindo, que saia da lavra quando foi atingida por um raio. O outro incidente aconteceu na localidade do Cusse (Caconda), onde a vítima foi um ancião de 87 anos.

Quanto aos feridos, o porta-voz informou que são do município de Chipindo e se encontram já recuperados.

Neste período, os serviços de protecção civil e bombeiros registou quatro incêndios de pequenas proporções, ocorridos nos municípios do Lubango, Humpata, Gambos e Jamba, com danos matérias avaliados em dois milhões e 585 mil kwanzas.

Os bombeiros resgataram, igualmente, sete cadáveres vítimas de acidente rodoviários, afogamentos, electrocutados e descarga eléctrica, nas localidades do Lubango, Matala, Quipungo, Chipindo e Caconda.

Os serviços de protecção civil e bombeirosrealizaram 113 serviços especiais, sendo que 73 foram de prevenção e 66 inspecções.

Inocêncio Hungulo disse que casos de descargas eléctricas são frequentes nesta altura do ano, uma vez que a maior parte das residências rurais não possuem protectores para raios, agravada a que a maior parte dos incidentes se dá em campos agrícolas.

No ano transacto, mais de nove pessoas morreram atingidas por descargas eléctricas na Huíla. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA