Huíla: Administração defende maior interacção escola-comunidade

Professor durante uma aula (Foto: Angop)

A administração municipal do Lubango defendeu terça-feira, nesta urbe, maior organização e interacção da escola com os pais e encarregados de educação, para que elas sejam realmente amigas da criança e produzam resultados que satisfaçam a comunidade.

Ao falar no acto que marcou o dia nacional do educador, data instituída em 1976 para distinguir e enaltecer os profissionais da alfabetização, Francisco Barros, pediu, por isso, aos quadros da educação um exercício exemplar, com lisura, responsabilidade e espírito de missão.

Disse que o Executivo está a construir e a apetrechar escolas, a formar e a inserir no sistema cada vez mais professores e demais técnicos, para que o sector esteja em condições de dar respostas, com a qualidade que a demanda exige.

Recorrendo à estatística, disse que nos últimos 14 anos o ensino geral passou de 172.424 para 229.880 alunos do ensino geral, ao passo que na alfabetização de 12.674 alunos matriculados em 2012 agora são 14.993, cujas aulas são ministradas por 7.176 professores, no município do Lubango. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA