Huambo: Segurança pública efectiva depende da participação dos cidadãos

Intendente Martinho Kavita Satito (Foto: Edilson Domingos)

O director do gabinete de comunicação institucional e imprensa da Polícia Nacional na província do Huambo, intendente Martinho Kavita Satito, admitiu hoje, nesta região, que a segurança pública efectiva depende, grandemente, da participação dos cidadãos.

O responsável, que falava durante uma palestra sobre “O papel da Polícia na sociedade e a participação do cidadão na preservação da criminalidade”, realizada no Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED), afirmou que os cidadãos devem ser os primeiros a garantir a segurança nas suas comunidades.

Explicou que os mesmos devem colaborar no policiamento, através da observância das principais ocorrências e denunciar actos de vandalismo, para se evitar que situações à margem da lei ocorram.

Referiu que, de acordo com o artigo 202 da Constituição da República, a segurança pública é da responsabilidade da Polícia Nacional, mas, também, tem a participação do cidadão que é fundamental para que a segurança pública seja permanente.

O intendente Martinho Kavita Satito sugeriu, porém, a criação de um sistema de educação primária nas comunidades, que permita às crianças crescer com a responsabilidade de prevenir o crime.

Respondendo algumas preocupações manifestadas pelos presentes na palestra, ligadas ao desempenho das forças policiais, actuação dos agentes de trânsito e das forças de segurança pública, o director do gabinete de comunicação institucional e imprensa da corporação prometeu apresentá-las aos seus superiores hierárquicos para, em fórum próprio, serem debatidas e encontrar-se soluções.

No final da palestra, o director-geral adjunto para área académica do ISCED, Afonso Vindassi Manuel, agradeceu a iniciativa do comando da Polícia Nacional, apelando, contudo, a participação dos estudantes da instituição na denúncia dos criminosos. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA