Huambo: 41 anos de independência devem servir para reflexão

GOVERNADOR DO HUAMBO, JOÃO BAPTISTA KUSSUMUA (Foto: EDILSON DOMINGOS)

O governador do Huambo, João Baptista Kussumua, disse terça-feira, nesta cidade, que a comemoração do 41º aniversário da independência nacional deve constituir para os angolanos motivo de orgulho e reflexão sobre os desafios que o país enfrenta.

O responsável falava na abertura das jornadas comemorativas aos 41 anos da independência nacional, a assinalar-se a 11 de Novembro.

Referiu que a libertação do jugo colonial foi conquistada com muito sacrifício, dedicação e sentido de missão.

Segundo o dirigente, o sentido patriótico deve prevalecer no seio dos angolanos como factor de harmonia social e unidade nacional.

João Baptista Kussumua fez uma incursão do trabalho desenvolvido nos últimos tempos em que o país vive paz efectiva, com realce para a construção de pontes, estradas, escolas, barragens, caminhos-de-ferro e infra-estruturas económicas.

O governador reconheceu, por outro, que apesar disto os desafios ainda são enormes, mas com união será possível vencer todas as dificuldades.

Presenciaram o acto, entre outras individualidades, autoridades tradicionais, responsáveis militares, religiosos e representantes de partidos políticos.

Este ano a efeméride decorre sob o lema “11 de Novembro, unidos por uma Angola desenvolvida”. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA