Governador do Namibe exalta Fidel Castro

Namibe:Governador do Namibe, Rui falcao rende homenagem a Fidel De Castro Ruz (Foto: Osvaldo Serafim)

O governador da província do Namibe, Rui Falcão, destacou nesta terça-feira a colaboração do ex-Presidente de Cuba, Fidel de Castro Ruz, na terceira região, onde ajudou a formar os soldados e a constituir o Exército Popular de Libertação Nacional de Angola.

Ao intervir numa cerimónia de homenagem a Fidel Castro, falecido dia 25 do mês em curso, vítima de doença, afirmou que o comandante Fidel Castro, na altura, ordenou as suas tropas a deslocarem-se para Angola, para ajudarem a defender e conquistar a independência nacional.

“Seriamos ingratos se alguma vez virássemos as costas ao povo cubano. Se hoje temos o orgulho de sermos independentes e soberanos, temos de dizer que conquistamos a independência graças ao apoio do comandante Fidel Castro e do seu povo. Ninguém apagará a história”, declarou.

Disse que os angolanos têm plena consciência de que não morreu apenas Fidel Castro, “mas morreu aquele que durante muitos anos foi o comandante de todos que lutaram pela liberdade.

Afirmou que Fidel Castro entregou-se à causa dos povos africanos, nos primórdios dos anos 60, onde trabalhou com as mais proeminentes figuras na luta pela libertação dos diversos povos em África, não apenas nos países de língua oficial portuguesa, mas também, com Kruma e muitos outros africanos que lutavam pela sua dignidade.

Reconheceu que Angola após a conquista da independência não tinha quadros no sector da educação, mas graças ao apoio incondicional do povo cubano, a custo zero, hoje tem quadros formados em vários sectores.

Para si, Fidel de Castro é uma figura que merece o reconhecimento de todo o mundo, mesmo daqueles que foram seus inimigos durante década e jamais entenderão o porquê que perderam em Angola.

Nesta actividade de homenagem a Fidel de Castro Ruz, foram ainda lidas mensagem de reconhecimento da comunidade cubana residente no Namibe e dos ex-estudantes de Cuba em Angola, além de exibidos vários vídeos sobre os feitos do Comandante “Che Guevara”. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA