Feira inédita mostra potencialidades do desporto em três dias

Momentos em que o Ministro Albino da Conceição visitava a Feira <<<8Foto: cedida Angop)

Com objectivo de incentivo à prática e ao fomento do desporto nacional realizou-se até domingo, em Luanda, a feira EXPO AFA DESPORTO2016, que teve a participação de federações nacionais e empresas do ramo desportivo de iniciativa privada.

Decorrida de 25 a 27 na Academia de Futebol de Angola (AFA), a feira inédita no país contou com mais de uma dúzia de expositores que “venderam” as respectivas marcas, com destaque para equipamentos desportivos e afins.

Aberta pelo governador da Província de Luanda, Higino Carneiro, a actividade foi marcada pela afluência massiva do público, não sendo tanto assim do lado das instituições desportivas que das 22 existentes muito pouco deste número esteve representado.

Os clubes 1º de Agosto, Progresso do Sambizanga, a Federação de Futebol (FAF), o Comité Olímpico Angolano (COA) e o Comité Paralímpico Angolano (CPA) foram das poucas que se fizeram presentes.

Quanto à presença de agentes e dirigentes desportivos, estes sim, estiveram em grande número, além de pessoas singulares que durante os três dias de exposição compraram (nalguns casos), se inteiraram e estabeleceram parcerias de negócios desportivos ainda incipiente no mercado angolano.

A organização da actividade, a AFA, em parceira com a Semba Comunicação e a Arena Eventos programou vários concursos infantis em modalidades de luta e futebol, além de concursos académicos e de dança.

Dirigido às famílias, foi montado um “playground” para crianças e uma praça de alimentação.

A Expo AFA Desporto reuniu ainda instituições de marcas de equipamentos desportivos, de bebidas, operadores educativos, da saúde, marcas de bebidas, seguradoras, agência de viagens, entre outros.

A feira teve como objectivo a projecção do mercado deste tipo de negócios em Angola, o fomento da prática desportiva e a divulgação de um estilo de vida saudável.

As entradas foram livres para as crianças, enquanto os adultos receberam bonificação do seu bilhete de 500 kwanzas com direito a um refresco. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA