FC Porto-Benfica, 1-1

(Print screen Mais Futebol)

«O que eu gostava era de marcar aos 94 minutos e ganhar». A profecia de Rui Vitória não se cumpriu em pleno mas o empate tem claro sabor a triunfo. Houve estrela de tricampeão no clássico com o FC Porto (1-1).

O Benfica sai do Estádio do Dragão com os mesmos cinco pontos de vantagem sobre o adversário e nem se importará com o fim de um ciclo de triunfos consecutivos fora de portas. Lisandro López, no período de descontos, anulou o golo de Diogo Jota.

Ora Lisandro, que entrou mais uma vez por lesão de Luisão, foi exemplar no plano defensivo e subiu à área contrária marcar assinar o 1-1 final para lá dos noventa minutos. (Mais Futebol)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA