Exportações portuguesas com melhor resultado de sempre

Augusto Santos Silva (Fonte: Lusa)

Estimativas do Governo apontam para um crescimento de 3%, revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros.

O ano de 2016 será o melhor para as exportações portuguesas, que terão crescido três por cento, segundo estimativas do Governo, disse esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros, defendendo a necessidade de diversificar os mercados externos.

O ministro intervinha numa audição nas comissões parlamentares de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas e de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, no âmbito da discussão na especialidade da proposta do Orçamento do Estado para 2017.

As exportações portuguesas terão mais uma vez em 2016 o melhor resultado de sempre”, em termos reais, referiu Augusto Santos Silva, que acrescentou que a estimativa do Governo aponta para um crescimento de três por cento, o que representa uma “redução do ritmo de crescimento face a 2015, mas significa também crescimento”.

Mesmo em termos nominais, “o saldo melhorou”, sublinhou o ministro, que referiu que “isso é muito importante, porque permite consolidar estruturalmente o equilíbrio económico”.

Santos Silva destacou que as trocas com a Europa “continuam a crescer consolidadamente”, recordando que o espaço europeu representa “mais de dois terços das exportações e importações” portuguesas.

As exportações [para a Europa] cresceram 5% em termos nominais, cresceram mais em termos reais, e o nosso saldo positivo cresceu 183% até agosto”, disse.

As exportações portuguesas têm “dois problemas bem localizados”: Angola e Brasil, devido à quebra nos mercados internos. (Tvi24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA