Estado-Maior russo: situação em Aleppo continua sendo a mais complicada da Síria

(REUTERS/ Abdalrhman Ismail)

O Estado-Maior russo declarou hoje (3) que os extremistas continuam a bombardear a parte ocidental de Aleppo. A situação na cidade permanece a mais complicada de todo o país.

“Durante última semana foram registados 64 ataques que resultaram na morte de 127 civis, 254 ficaram feridos” diz o comunicado.

A chefia militar russa frisou que os radicais aproveitam a moratória acordada entre a Rússia e a Síria para intensificar suas ações militares.

Foi também destacado que agrupamento Nureddin al-Zinki, que o Ocidente considera como ‘moderado’ declarou que os seus militantes não pretendem deixar a cidade de Aleppo. O Estado-Maior russo frisa que tal decisão não foi uma surpresa para a Rússia. (Sputnik)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA