Empresária investe em padarias móveis em Luanda

(Foto: D.R.)

No quadro da diversificação da economia, a empresa de direito angolano “Fonseca Lda”, dedicada ao comércio e indústria, vai inaugurar no dia 23 de Novembro, no distrito do Kilamba Kiaxi, em Luanda, a primeira Padaria móvel denominada Mbolo Yetu.

A referida unidade fabril está totalmente equipada com meios tecnológicos mais modernos, e tem uma capacidade para produzir entre 8, 16 e até 21 mil pães em seis horas de trabalho.

Está capacidade para produzir todos os tipos de pão, incluindo o pão de forma. A directora da “Fonseca Lda”, Ruth Fonseca, afirmou a OPAÍS que esta é a primeira padaria móvel, de um total de seis, que a sua empresa vai colocar no mercado até ao final do ano em curso.

Cada unidade tem a capacidade de oferecer seis postos de trabalho directos, perfazendo um total de 36 postos, com prioridade para jovens. As padarias serão instaladas em contentores de 20 e 40 pés, podendo ser adaptadas.

Adquiridas na África do Sul, estão equipadas com fornos, estações de fermentação, máquinas de preparação de massa, balanças e batedeiras industriais. Para assegurar o funcionamento eficaz das máquinas, a sua empresa vai proporcionar uma acção formativa de uma semana aos seus funcionários que começaram já a ser seleccionados.

“O objectivo desta formação é ensinar aos nossos trabalhadores como fazer pão e como utilizar de forma correcta os equipamentos com os quais vão trabalhar”, explicou a empresária Ruth Fonseca.

A primeira padaria está instalada no distrito do Kilamba Kiaxi, no município de Belas, sendo que as outras cinco serão montadas noutros municípios de Luanda.

Segundo a fonte, depois de Luanda, a tendência será alargar a actividade para as demais províncias do país para dar resposta não só à demanda de pão, mas também colaborar com o Governo para a diversificação da economia, criando empregos e assim participar ao combate contra a fome e a pobreza. “Este é o grande objectivo da minha empresa.

Não é só olhar para os lucros, mas essencialmente oferecer empregos às pessoas e que essas, com o seu pequenos rendimentos, possam sustentar as suas famílias”, avançou a fonte.

Distribuição está acautelada

A distribuição do pão será feita ainda directamente ao consumidor nos condomínios, bairros, restaurantes, empresas e outros locais em que a empresa for solicitada, e a entrega será imediata. Para além da indústria panaficadora, a “Fonseca Lda” aposta também na área de restauração, prevendo abrir restaurantes em Luanda e noutras províncias no próximo ano. (OPAIS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA