Eleitores dos EUA querem líder que acabe com vantagens para ricos e poderosos, diz pesquisa Reuters/Ipsos

(Reuters)

Os norte-americanos que votaram para eleger o próximo presidente dos Estados Unidos nesta terça-feira parecem estar preocupados com os rumos do país e buscam um “líder forte que possa tomar o país de volta dos ricos e poderosos”, de acordo com uma leitura preliminar de pesquisa Reuters/Ipsos realizada no dia da eleição.

A pesquisa, com mais de 10 mil pessoas que já votaram, mostrou que a maioria dos eleitores está preocupada com sua capacidade de seguir adiante e ter um mínimo de confiança nos partidos políticos ou na mídia para melhorar a situação que vive. A maioria também sente que a economia é manipulada para favorecer os mais ricos.

A pesquisa, que será actualizada conforme novas respostas são tabuladas e os votos são apurados ao longo desta terça, também apontou que:.

– 75 por cento concordam que os “EUA precisam de um líder forte para tomar o país de volta dos ricos e poderosos”.

– 72 por cento concordam que “a economia é manipulada para favorecer os ricos e poderosos”.

– 68 por cento concordam que “partidos e políticos tradicionais não ligam para pessoas como eu”.

– 76 por cento acreditam que “os meios de comunicação tradicionais estão mais interessados em fazer dinheiro do que em falar a verdade”.

– 57 por cento acham que “mais e mais, eu não me identifico com o que os EUA se tornaram”.

– 54 por cento acham que “é cada vez mais difícil para alguém como eu progredir nos EUA”.

A pesquisa Reuters/Ipsos online foi realizada no dia das eleições, em todos os 50 Estados. Ela ouviu 10.604 norte-americanos que já votaram nas eleições presidenciais e tem um intervalo de credibilidade, uma medida de precisão, de um ponto percentual.

A pesquisa também inclui várias perguntas sobre a corrida presidencial, que candidato as pessoas apoiavam e por que apoiavam. Esses resultados serão publicados nesta noite, mais tarde, depois que a maior parte dos votos tenha sido contada. (Reuters)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA