Egito: Supremo Tribunal anula sentença de pena de morte de Mohammed Morsi

(AFP/Mohamed El-Shahed)

O Supremo Tribunal do Egipto anulou, esta terça-feira, a sentença de pena de morte do antigo presidente Mohamed Morsi e ordenou um novo julgamento.

O antigo governante foi condenado, em Julho de 2015, a enforcamento depois de ser considerado culpado de ter ordenado ataques contra a polícia e contra o exército, durante a insurreição de 2011.

O tribunal anulou, ainda, as sentenças de cinco correligionários de Mohammed Morsi, onde se inclui o antigo líder supremo da Irmandade Muçulmana, Mohammed Badie.

Morsi foi o primeiro presidente eleito, em 2012, após a queda do regime de Hosni Mubarak.

Depois de pouco mais de um ano no poder, e devido a fortes contestações nas ruas, foi deposto por um golpe militar liderado pelo então ministro da Defesa e actual presidente do Egipto,
Abdul Fatah Al-Sisi. (Euronews)

por Miguel Roque Dias

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA