Cura? Anticorpo que neutraliza 98% das cepas do HIV é descoberto

(Foto: Liya Graphics/Shutterstock.com)

Cientistas do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos descobriram um anticorpo produzido por um paciente HIV positivo que neutraliza 98% de todas as cepas de HIV testadas.

Baptizado de N6 pela equipe internacional de pesquisadores, esse anticorpo combateu 16 de 20 cepas (linhagens) resistentes a outros anticorpos da mesma classe. Até então, um outro anticorpo considerado poderoso era o VRC01, que impedia que 90% das cepas de HIV infectassem células humanas.

A descoberta, publicada na revista Immunity, poderá revolucionar o tratamento da AIDS e também proporcionar o desenvolvimento de uma vacina para a doença.

Possíveis aplicações

Se isolado e replicado, há uma chance real de que o N6 possa ser usado para tratar pessoas com HIV. Em quantidades maiores, este anticorpo poderia até ser utilizado no lugar dos antirretrovirais, segundo artigo publicado na IFL Science.

Os antirretrovirais são bastante eficazes, mas apresentam efeitos colaterais para alguns pacientes. Além disso, os medicamentos precisam ser tomados todos os dias, enquanto um tratamento com anticorpos poderia ser feito algumas vez ao ano.

Trabalho e cautela

Porém, antes que todos se entusiasmem com o N6 ainda é preciso muito trabalho e cautela. Ele só mostrou efeito em amostras de HIV activo, e não parece reduzir o reservatório viral latente no organismo das pessoas. Dessa forma, ele ainda não pode ser visto como uma cura para o vírus.

No entanto, há uma chance de que, através de teste em humanos, possa ser desenvolvida uma poderosa vacina contra o HIV. Até lá, porém, ainda serão necessários muito trabalho e pesquisa.

Fontes: IFL Science, HypeScience

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA