Cunene: Investigação Criminal abre mais de 40 processos crimes

Porta-Voz da Policia Nacional no Cunene - Piedade Pombal (Foto: José Cachiva)

Quarenta e sete processos crimes foram abertos nos últimos sete dias pelos Serviços Províncias de Investigação Criminal do Comando da Polícia Nacional do Cunene, menos um em relação ao período anterior.

A informação foi avançada hoje, sábado, à Angop em Ondjiva, pelo porta-voz da Polícia Nacional no Cunene, intendente Piedade Pombal, sublinhando que desses processos, 24 foram remetidos ao Ministério Público, sendo 18 para a legalização e seis para prorrogação.
Fruto desses crimes, foram levados a julgamento sumário oito arguidos, implicados no crime de furto, ofensas corporais, ameaça com arma branca, posse e tráfico de estupefacientes, condenados nas penas de três a seis meses de prisão efectiva e multa correspondente, disse.
De igual modo, no período em análise, o comando da Polícia Nacional no Cunene, registou 32 crimes de natureza diversa e deteve igual número de cidadãos supostamente envolvidos nesses delitos, ocorridos nos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Curoca e Cuvelai.

Entre os delitos destacam-se extravio de bens militares, injúrias, assaltos, roubo qualificado e ofensas corporais simples. (Angop)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA