Cuanza Norte: Defendido relançamento da estação do Quilombo

Cuanza Norte: Vice-presidente da República, Manuel Vicente, visita estação experimental de investigação científica agronómica do Quilombo (Foto: Pedro Parente)

A necessidade de apetrechamento e relançamento da estação experimental agronómica e de investigação científica do Quilombo (Cuanza Norte), para o aumento da produção alimentar na região, foi analisada nesta quinta-feira.

A questão foi discutida numa visita que o Vice-presidente da República, Manuel Vicente, realizou à estação experimental agronómica e de investigação científica do Quilombo, nos arredores da cidade de Ndalatando.

De acordo com as explicações do ministro da Agricultura, Marcos Nhunga, a estação beneficia de um financiamento israelita, que não quantificou.

Indicou haver problemas na viabilização da parte final do financiamento, destinada a garantir o apetrechamento da instituição, com laboratórios, e a formação de quadros indispensáveis ao seu funcionamento.

Marcos Nhunga admitiu a possibilidade da constituição de parcerias público-privada, para viabilizar o relançamento desta actividade.

A estação dedica-se a investigação científica e inovações tecnológicas em agronomia e debate com a falta de quadros e de equipamentos para os laboratórios, com destaque para o de fito-sanidade.

Ocupando uma área de mil hectares, a estação é usada para o melhoramento de plantas, raízes, tubérculos, citrinos, leguminosas, espécies florestais e ornamentais.

Na província do Cuanza Norte, o Vice-presidente vai orientar o acto central dos 41 anos da independência. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA