Clube de destino de Ary Papel será definido na próxima semana

Jogar do 1º de Agosto, Ary Papel, cumprimenta o presidente da FAF, Pedro Neto, durante entrega de medalhas de vencedor do torneio FESA em futebol. (Foto: ANTONIO ESCRIVAO)

O futuro clube do futebolista Ary Papel (campeão nacional pela equipa do 1º de Agosto, no campeonato da primeira divisão, Girabola2016), será definido na próxima semana, informou o presidente de Direcção da agremiação, Carlos Hendrick.

Em declarações à imprensa no final da cerimónia de entrega do troféu conquistado na última temporada, indicou que o atleta, segundo melhor marcador com 12 golos, vai jogar num clube da Europa, excluindo a hipótese de este militar em África.

“Ary Papel tem duas possibilidades ou continuar no 1º de Agosto ou ir para um clube europeu. A escolha é do próprio jogador, por isso respeitamos a sua decisão’’ – disse Carlos Hendrick.

Confirmou a ida de Gelson, melhor marcador do Girabola2016 com 23 golos, para o Sporting Clube de Portuga, mas ainda não avançou datas. Por outro lado, informou igualmente a manutenção do bósnio Dragan Jovico no comando técnico da equipa principal de futebol.

“Estamos a ultimar alguns aspectos, mas posso garantir-vos que o treinador vai continuar porque não vimos qualquer motivo de um divórcio. Estamos todos satisfeitos com o trabalho que está a desenvolver, por isso optamos pela continuidade’’ – realçou.

O facto foi reconfirmado pelo próprio treinador, tendo indicado que a questão da sua renovação está resolvida após contactos com a Direcção do clube.

Quanto à conquista do titulo, o técnico manifestou-se satisfeito pelo trabalho realizado pelo grupo, depois da tentativa no ano passado onde o 1º de Agosto ficou em segundo lugar com 60 pontos, os mesmos que o Recreativo do Libolo do Cuanza Sul que conquistou o titulo em 2015.

Já em relação a contratações, o técnico informou que vai reforçar em todos sectores, com primazia para os lugares deixados por Ary Papel e Gelson, que catapultaram o 1º de Agosto à conquista do campeonato nacional, com 66 pontos, mais dois que o Petro-Atlético de Luanda, que terminou em segundo lugar. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA