Chuva cria dificuldades na circulação rodoviária nos arredores da cidade de Luanda

Chuva em Luanda (Arquivo) (Foto: Pedro Parente)

A circulação rodoviária em algumas vias principais, secundárias e terceiras da periferia da província de Luanda esta ser feita com dificuldades devido ao volume de água concentrado em alguns locais, depois da chuva que se abateu sobre a capital angolana, na quarta-feira.

A Angop soube de uma fonte do comando provincial do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) que a situação de realce regista-se no interior dos distritos urbanos do Sambizanga e Rangel, principalmente na rua da Brigada, onde os automobilistas enfrentam dificuldades para transitar.

No troço da Avenida Ngola Kiluamje entre o bairro da Cuca (Cazenga) e a zona do São Paulo (Sambizanga) que possui o pavimento devido ao estado do pavimento, a circulação continua a fazer-se com dificuldades.

A situação é semelhante na ex-Rotunda do Camama, bem como nos bairros do Calemba-2 e Golfe-2, Palanca, Vila Nova e Terra vermelha, no distrito do Kilamba-Kiaxi.

A fonte destacou também os bairros do Zango, Capalanga, Km-12, 9 e 14 e Infantil no município de Viana, Camuxiba e Samba (Belas) como os locais mais afectados pela chuva.

Abordados pela Angop, alguns automobilistas mostraram-se preocupados com o estado de degradação das vias secundárias e terciários da cidade capital e apelam as entidades de direito, particularmente as administrações municipais, para a sua reabilitação.

Entretanto devido a situação, as equipas das unidades técnicas das administrações municipais e distritais e do SNPCB trabalham nos diversos bairros para a sucção das águas da chuva, que caíram quase durante o dia de quarta-feira.

Com mais de seis milhões de habitantes fazem parte da capital angolana os municípios de Luanda, Cacuaco, Cazenga, Viana, Belas, Icolo e Bengo e Quiçama. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA