Cabo Verde : Oposição critica OGE apresentado pelo Governo

O Orçamento de Estado 2017 no Parlamento cabo-verdiano (Rfi)

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou hoje que o Orçamento do Estado para 2017 é de “retoma do crescimento”, mas a líder da oposição cabo-verdiana, Janira Hopffer Almada, considerou irrealista a estimativa de crescimento económico avançada pelo Governo.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou, nesta segunda-feira, que o Orçamento do Estado para 2017 é de retoma do crescimento e da confiança, e garantiu que compromisso para crescimento económico médio anual de 7% é para a legislatura, assim como a criação dos 45 mil empregos. Mas, para 2017, Ulisses Correia e Silva prevê que a economia cresça 5, 5%.

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, que é líder parlamentar do principal partido da oposição, reagiu imediatamente, afirmando que a proposta de Orçamento do Estado para 2017 “passa ao lado das promessas de campanha do MpD.”

Oiça aqui a declaração de Ulisses Correia e Silva, e a reacção de Janira Hopffer Almada, numa reportagem de Odair Santos, correspondente da RFI em Cabo Verde:

Por seu saldo, o presidente União Cabo-Verdiana Independente e Democrática (UCID), António Monteiro, considerou que o Orçamento de Estado “não espelha as promessas feitas na campanha eleitoral”. (Rfi)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA