Banco Mundial disponibiliza 230 milhões para sector agrícola

Banco Mundial (DR)

O Banco Mundial vai disponibilizar 230 milhões de dólares para projectos agrícolas e comerciais do país, no âmbito da diversificação da economia.

A informação foi avançada nesta sexta-feira à imprensa pela representante do Banco Mundial em Angola, Clara de Sousa, no final de um debate sobre “mecanismos de acesso às linhas de financiamento internacional”, no âmbito da 49ª edição do First Friday Club.

Este evento é promovido nas primeiras sextas-feiras de cada mês, pela Câmara de Comércio Estados Unidos – Angola (USACC).

Segundo disse, os empréstimos do Banco Mundial são concedidos através do Estado, que posteriormente vai direcionar as verbas às instituições empresariais e empresários que apresentarem projectos viáveis.

Por seu turno, o representante do Banco Africano de Desenvolvimento (BDA), Martin Septime, deu a conhecer que a instituição tem vários projectos em curso com o valor inicial de 1.6 bilhões de dólares para financiamento.

Dentre os projectos destacou os do sector produtivo, energia, águas e saneamento, pesca artesanal, ambiente e reforço da capacidade institucional.

Disse ainda que o BAD tem a missão de promover o desenvolvimento económico sustentável dos seus países membros e desde 2011 que abriu um escritório em Angola que tem facilitado as relações com o governo angolano.

Por seu turno, o director executivo da USACC em Angola, Pedro Godinho, referiu que é importante que as empresas sejam mais ousadas e capazes de descobrir fontes de financiamento internacional.

“Actualmente obter um financiamento pela banca local é muito mais caro e difícil devido à crise derivada da baixa do preço do petróleo no mercado internacional”, disse.

Já a embaixadora dos EUA em Angola, Helen La Lime, enalteceu o evento que visou dar a conhecer sobre os mecanismos de acesso às linhas de financiamento internacional.

Helen La Lime defendeu uma maior divulgação dos programas de apoio aos vários sectores do país. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA