Ler Agora:
BAI quer participação activa na produção alimentar
Artigo completo 2 minutos de leitura

BAI quer participação activa na produção alimentar

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) está a trabalhar no sentido de compreender melhor o sector agrícola e o agro-negócio para participar de forma activa na produção alimentar, adiantou quinta-feira, em Luanda, o seu presidente da Comissão Executiva, José de Lima Massano.

Em declarações à imprensa, à margem da 4ª conferência anual sobre “Agro-negócio: uma alternativa para o desenvolvimento da auto-suficiência alimentar”, realizada no âmbito do 20º aniversário do Banco, sublinhou que estão a procurar compreender melhor o dinamismo deste sector.

“Queremos compreender como tudo pode acontecer. Temos alguns projectos em Angola que têm estado a acontecer com sucesso e vermos como esse apoio pode ser feito de forma estruturante”, disse.

Acresceu que além de compreender melhor o dinamismo do sector, tendo em conta a sua função, o Banco vai procurar utilizar de forma eficiente os recursos que tem à disposição para apoiar um sector vital para a economia nacional.

Frisou que, nesta fase, ainda não se fala de montantes a investir, mas da “compreensão do sector e em função das políticas e ver a possibilidade de mobilizar recursos para atender as necessidades”.

A 4ª conferência anual sobre “Agro-negócio: uma alternativa para o desenvolvimento da auto-suficiência alimentar”, foi realizada pelo Banco Africano de Investimento (BAI) na sua academia, enquadrada nos 20 anos de existência. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »