Angola favorável ao desenvolvimento pleno das potencialidades da RCA

Georges Chikoti, ministro das Relações Exteriores (Foto: Lino Guimaraes)

Angola apoia o processo de consolidação da paz e estabilidade na RCA a fim de se criarem condições para o desenvolvimento pleno das potencialidades de que a nação centro-africana dispõe.

Estas palavras foram proferidas hoje, em Bruxelas (Bélgica), pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, ao discursar na sede da Comissão da União Europeia (UE), onde decorre a Conferência Internacional de Doadores para a RCA, de acordo com uma fonte diplomática.

Segundo o chefe da diplomacia angolana, recompor o tecido social, realizar reformas estruturantes e potenciar o crescimento económico para o bem de todo o povo centro-africano, são tarefas inadiáveis e só possíveis de se concretizar, com o engajamento da comunidade internacional.

Assim, Georges Chikoti referiu que o Governo de Angola considera o fórum importante para que os países parceiros bilaterais e multilaterais da RCA reafirmem o seu compromisso com os esforços para a paz, reconciliação e reconstrução.

Na sessão, as Nações Unidas, a União Africana e o Banco Mundial também apresentaram o seu plano de acção para a República Centro-Africana.

Angola está presente em Bruxelas com uma delegação que integra o embaixador Joaquim do Espírito Santo, director África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Mirex (Ministério das Relações Exteriores) e a representante de Angola junto da UE, Elisabeth Simbrão.

A conferência para obtenção de recursos financeiros para o processo de paz da RCA, termina ainda hoje. Angola detém a presidência em exercício da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), da qual a RCA é membro.

À margem desta conferência sobre a RCA, Georges Chikoti vai manter um encontro com a alta representante e vice-presidente da UE, Federica Mogherini. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA